CPA 20 – Aula 30 – Precificação de Ações – Análise Técnica e Fundamentalista



* O link para o vídeo completo está no final desse artigo.
Saiba mais clicando em Robô IQ OPTION de AUTOMATIZAÇÃO de Lista de SINAIS
E conheça também sobre o Melhor Bot Para Opções Binárias 2022
Que tal um robo gratuito para IQ Option? Sistema Para IQ Option Grátis

⠀😱Revolucione sua carreira com a TopInvest! Acesse TODOS os nossos cursos durante 7 dias grátis:

📸Instagram:
📩Telegram:
📲Aplicativo IOS:
📲Aplicativo Android:
📖Apostilas gratuitas:Apostilas gratuitas:
📍Inscreva-se no canal:

PRECIFICAÇÃO DE AÇÕES

Você sabia que é possível fazer a precificação de ações de duas formas diferentes? Isso mesmo, as duas técnicas utilizadas para a precificação de ações são a análise técnica e a análise fundamentalista.

Análise Técnica

A análise técnica normalmente tem maior poder e eficácia quando se trata de ganhar dinheiro com oportunidades de curta ou média duração. A análise técnica é uma ótima ferramenta para saber qual será o cenário mais provável do preço das ações nas próximas horas, dias ou mesmo semanas. Sabe como a análise técnica faz isso?

A resposta para isso é bem simples, afinal a lei de oferta e procura é o coração de qualquer mercado e não seria diferente no mercado de ações. Uma vez o mercado de ações é formado por seres humanos e, que por serem humanos seguem certos padrões de comportamentos determinados movimentos no mercado de ações tendem a se repetir, os quais podem ser previstos pela análise técnica.

Ferramentas e Indicadores

De forma simples este tipo de análise tenta identificar padrões e tendências no comportamento dos compradores e dos vendedores através dos gráficos para entender qual será o cenário é mais provável num futuro próximo.

De forma geral esta análise é realizada através de estudos baseados em probabilidade estatística. Essa é uma forma ágil de estimar o cenário de maior probabilidade e, ainda mais importante ter o poder de reação de acordo com as mudanças dinâmicas do mercado de valores mobiliários.

Ferramentas e Indicadores

– Históricos de Preços;
– Padrões gráficos;
– Indicadores Estatíscicos como Média Móvel, Estocástivo, Fibonacchi;

Análise Fundamentalista

A outra forma de precificação de ações é a analise fundamentalista. Esta é uma ótima para identificar boas empresas que possuem ótimas perspectivas de valorização a longo prazo. Porém, ao contrário da análise técnica a análise fundamentalista não possui preocupação no que se refere a se a empresa vai subir ou cair no curto prazo e nem na oferta e procura por aquelas ações.

A análise fundamentalista tem a preocupação em avaliar a saúde financeira da empresa e quais as suas perspectivas futuras de lucro assim como o funcionamento do negócio. Na análise fundamentalista também é comum uma comparação com seus concorrentes além das variáveis econômicas que influenciam a empresa. É através dessa análise detalhada dos fundamentos da empresa que essa análise lhe ajuda a entender se a tendência de longo prazo para os preços daquela ação é alta ou baixa.

Ferramentas e Indicadores

Este tipo de análise possibilita que você encontre boas empresas (lucrativas) e descubra qual a tendência de longo prazo para o preço de suas ações.

Ferramentas e Indicadores:

– Balanço e DRE;
– Fluxo de Caixa;
– Dividendos;
– Preço / Lucro;

Diferenças

A análise fundamentalista é fantástica para identificar boas empresas olhando o negócio da empresa visando o longo prazo, em compensação a análise técnica é sensacional quando se trata de nos ajudar a saber qual o melhor momento para comprar um vender uma ação.

Importente

Lembre-se que para dar recomendações tanto de análise técnica como análise fundamentalista é necessário ser um profissional com CNPI (certificação para analista de valores mobiliários) previamente autorizado pela CVM.

A análise fundamentalista

I. utiliza suporte e resistência.
II. calcula um valor para cada ação baseado no desempenho econômico financeiro da empresa.
III. desconta fluxos de caixas projetados para orientar a compra e venda de ações.

Está correto o que se afirma apenas em:

a) I;
b) II e III;
c) I e III;
d) I, II e III;

Video

7 comentários em “CPA 20 – Aula 30 – Precificação de Ações – Análise Técnica e Fundamentalista

  1. Bom dia! Seu novo por aqui. Gostaria de parabenizá-lo pelas aulas. Excelente. A pergunta que tem no final da aula é no mesmo formato das questões que caem na prova?

  2. Boa tarde Kléber!

    Acompanho o trabalho de vocês que por sinal está me ajudando muito, então por gentileza mais essa vez podem me dizer qual a resposta correta do exercício abaixo?

    Segundo o Princípio do Conheça o Seu Cliente da Lei de Lavagem do Dinheiro, a instituição financeira deve manter em seus registros as movimentações do cliente por no mínimo:

    a) 5 anos a contar da data da abertura da conta ou do início das operações do cliente.
    b) 5 anos a contar do primeiro dia do ano seguinte ao encerramento da conta ou do término da operação.
    c) 2 anos a contar da data da abertura da conta ou do início das operações do cliente.
    d) 2 anos a contar do primeiro dia do ano seguinte ao encerramento da conta ou do término da operação.

    Estou em dúvida entre as alternativas A e B, desde já agradeço!