Porque A Bolsa de Valores Estão Em Alta 2021

Muitas pessoas fazem apostas em jogos de azar, mas têm medo de se aventurar no mercado de ações. Nesse texto, vamos desmistificar o que parece inacessível e te explicar o que você precisa para começar a entrar no mercado especulativo.

Muitos investidores fazem dinheiro sabendo a hora certa de comprar e vender ações. Com 10 reais você já consegue começar a comprar ações e começar a montar a sua carteira de investimentos.

É bom começar aos poucos para ir se familiarizando com o processo. Porém, o mercado de ações é volátil, então saiba dos riscos de perdas que você está correndo e o que está disposto a abrir mão, para saber se comprar ações é para você.

Se você decidir se aventurar na renda variável, a primeira coisa que tem que fazer é achar uma corretora de valores.

Procure uma confiável, que te serve mais e pesquise as taxas que ela cobra. Quando você entrar na sua conta em sua nova corretora, é hora de decidir o tipo de investimento que você quer fazer.

Podem ser em criptomoedas, fundos de investimentos, ou uma infinidade de opções.

Assim que estiver registrado em uma investidora, você pode comprar uma fração das empresas que você acha que irão performar bem.

Lembre-se que, apesar de alguns investidores gostarem de comprar ações de empresas que eles amam e são clientes, isso não quer dizer que elas trarão lucro e existem vários fatores que determinam sua valorização ou desvalorização.

A maioria das corretoras agora trabalham com 0% de comissão por compra, o que significa que você pode fazer vários pequenos investimentos, ao invés de um grande.

Para comprar, basta que você transfira dinheiro da sua conta bancária para a corretora. Durante o horário de funcionamento da Bolsa de Valores você pode adquirir a ação que quiser, basta clicar em “comprar” e a transação será realizada em pouco tempo.

Após obter suas ações, você poderá monitorar o desempenho delas. Isso pode te encorajar a comprar mais e aumentar a sua carteira.

Como eu decido quais ações comprar?

Essa pergunta vale ouro! Seria muito fácil se as ações valorizassem de forma estável, mas isso é mais provável que aconteça em uma poupança, que te trará pouquíssimo retorno.

Ações são mais voláteis e podem subir e descer muito no mesmo dia.

Comece pesquisando o histórico daquela ação. É bom saber informações básicas, como quando a empresa foi fundada, para saber se é uma empresa já bem estabelecida ou nova no mercado.

Também procure o último relatório de trading da empresa, que indica como os preços de suas ações vêm se saindo nas últimas semanas, meses, ou até anos, analise os gráficos que ilustram as variações.

Olhe o histórico de dados para saber quanto poderia ter ganhado ou perdido nos últimos anos.

Existem casos que uma empresa em particular está performando muito bem no mercado de ações, e isso pode significar que é uma hora ruim de comprar ações.

Existe um ditado que diz “compre quando está baixo, venda quando está alto”, e após uma subida, normalmente vem uma descida, então mantenha isso em mente.

Qual o melhor momento para vender minhas ações?

Toda vez que você compra ações, você tem a opção de vende-las mais tarde.

Os investidores procuram vender por uma quantia muito maior que o preço original.

Por exemplo, comprar uma ação por 10 reais e vendê-la por 15 significa um lucro de 50%. Quanto mais ações, maior o lucro, mas o risco também é maior.

São poucos os investidores que lucram 100% do tempo. Às vezes o raciocínio é minimizar as perdas, vendendo antes que as ações caiam mais. Às vezes, a solução é se conformar e reinvestir em ações melhores.

É importante considerar vários fatores antes de vender suas ações. Antes de tudo, você tem que lembrar por que você comprou essas ações e que às vezes vale a pena ser paciente e pensar a longo prazo. Não espere fazer dinheiro rápido com isso.

Quais fatores podem afetar o valor de uma ação?

Existem várias razões para a flutuação de preços. O fato é que o valor das ações está sempre mudando porque ações estão sendo negociadas o tempo todo.

Elas funcionam com base no sistema de oferta e demanda, com o valor subindo simplesmente porque todo mundo quer aquela ação específica.

Muitas vezes você pode ver o preço de uma ação subindo porque a empresa anunciou um novo produto ou fizeram uma nova aquisição que valoriza seu espólio.

Similarmente, quando más notícias cercam as empresas, as ações tendem a despencar rapidamente.

Se a empresa paga dividendos, quando o pagamento está perto de cair pode haver uma onda de investidores querendo entrar nessa, mas isso depende do anuncio da taxa que será paga.

Fundos de Ações são normalmente administrado por várias pessoas e um gerente de fundo de ações é uma peça-chave no desempenho desse fundo particular.

Existem gerentes talentosos que podem causar o aumento do preço de uma ação simplesmente por assumirem seu comando. O mesmo se aplica se um CEO talentoso é contratado por uma empresa.

Qual é a melhor estratégia para comprar uma ação?

Ter 100 reais em ações não quer dizer que você vai perder todo esse dinheiro, apenas que o preço delas podem cair. Depois de um mês elas podem valer 90 euros e no mês seguinte estar valendo 110.

Ter uma carteira diversificada é mais interessante que investir em um único fundo, já que você pode monitorar e julgar quais estão performando melhor.

Às vezes um investidor pode realocar investimentos, vendendo ações para comprar outras mais interessantes, sem ter que fazer aporte.

Por quanto tempo devo investir em uma ação específica?

Não existem regras predeterminadas de quanto tempo você deve manter suas ações. Alguns experts irão comprar e vender com uma alta frequência, enquanto novatos estão procurando algo mais sólido.

Alguns argumentam a favor de manter suas ações por alguns anos para elas valorizarem a longo prazo, acompanhando as flutuações e decidindo vender no momento certo.

Existem especialistas que fazem o day trade (vender e comprar ações no mesmo dia) buscando lucro imediato. Essa é a modalidade mais difícil e requer muito estudo.

Quanto eu deveria investir em ações?

Assim como em apostas, você só deve investir o que puder perder.

Mesmo que você não vá perder todo seu dinheiro, a não ser que haja uma catástrofe e a empresa desapareça de uma vez, existe a chance de o valor das ações diminuírem.

Por esse motivo que a recomendação é que você deposite uma pequena quantia na sua conta para começar e se habituar a esse mundo.

Você pode decidir fazer aportes todo mês, decidindo separar uma porção do seu salário para ir criando sua carteira aos poucos.

Não precisa começar grande.

Você deve sempre estar confortável com o nível de investimentos que faz e talvez começar com fundos com menor volatilidade te dará a segurança que o preço não cairá abaixo de certa quantia.

Existem ferramentas que garantem que você pode sacar seu dinheiro mesmo no pior cenário possível. Você pode estabelecer limites de queda e se a ação cair abaixo dele, o programa a coloca a venda automaticamente.

Resumindo, se você se interessa pelo mercado de ações, faça sua pesquisa, conheça suas metas e escolha onde quer investir. Procure empresas confiáveis, comece aos poucos e saiba o quanto você pode investir e o quanto suporta perder.